Foram tanto momentos vividos, sentimentos trocados, carinho, juras e juras de amor.
O tempo passo, o amor aumento, o muro de Berlin entre nós ficava cada vez maior.
Você falava que ia quebrar esse muro, mas nunca quebrou, sempre distante, sempre longe de mim.
Se fosse por mim, a gente estava juntos a mais tempo, lhe mostrei um monte de soluções, só que você não foi capaz de usa-las a nosso favor, não abriu mão de tudo por nós, eu abri, mas não adiantou.
Amar você tão perto e tão distante estava cada vez pior.
Não tinha ou saída, a não ser por um ponto final em nossa história, foi puro e sincero em quando durou.
Vai bater saudade de você, e sim você também vai sentir saudade de mim, vai lembrar de tudo que a gente viveu. Como você mesmo diz, ninguém vai amar você como eu amei, pena que você não soube usar bem esse amor.
Não temos fotos junto, as lembranças estão apenas em minha mente.
Nossa despedida ficou pela metade, nenhum de nós queria dizer adeus, mas foi preciso. Possa ser que lá na frente a gente se encontra de novo, e seja tudo mais simples, porque uma história assim, não acaba do dia pra noite, e nem é possível apagar da mente, ainda mais quando foi puro e sincero, oque vivemos.
Ficara em minha mente, todos os seus sorrisos, seus abraço, tudo que vivemos, não sera fácil esquecer.


Um comentário:

  1. Olá Rebeka, te achei por um acaso procurando imagens de cabelo cacheados com mechas no google, adorei seu trabalho, vc está de parabéns! Só queria deixar uma dica quanto a ortografia, são muitos erros principalmente nas conjugações dos verbos. (o tempo passoU, o amor aumentoU, sincero enquanTO, ficarÁ etc.) Continue lendo muito e escrevendo bastante que logo vc observará que estes erros não ocorrerão mais. Beijokas ;)

    ResponderExcluir

Autora

Autora
Rebeka Aguiar, 16 verôes. Sonhadora, sempre com música na cabeça, câmera penturada no pescoço, livro em baixo dos braços. Futura pscologa ou publicidaria. De Paulo de Faria - SP
Tecnologia do Blogger.

Facebook

Seguidores

Instagram

Pesquise